A ciência das emoções

As emoções são respostas fisiológicas poderosas que regulam as nossas vidas. As emoções podem mudar em um instante, enchendo todas as células do nosso corpo com esperança e alegria, ou com um sobrepeso que consegue até mesmo tirar o ar de nossos pulmões.

A forma mais potente de energia é o pensamento porque ondas de pensamento penetram através do tempo e espaço.

Uma das maiores descobertas de pesquisas neurológicas na ultima década é que 95-97% de todos os nossos comportamentos são automáticos.

Isso significa que estamos pensando e agindo no piloto automático.

As experiências que são pré concebidas no nosso cérebro determinam o nosso sucesso na vida e em nossos relacionamentos.

É importante ressaltar que nossos sentimentos não são a mesma coisa que as nossas emoções. Quando experimentamos emoções como felicidade, medo, tristeza, raiva, elas podem ser sentidas fisicamente no nosso corpo. Na verdade, outras pessoas são capazes de testemunhar a nossa gama de emoções através das nossas posturas corporais, como a respiração acelerada ou desacelerada, alterações vocais, a forma como os nossos olhos refletem a luz, e os movimentos que fazemos. Sentimentos, por outro lado são a nossa percepção consciente dessas mudanças que acontecem dentro dos nossos corpos, um indicador interno para processar o mundo externo que nos rodeia.

Nosso cérebro emocional é extremamente complexo, ainda não é totalmente compreendido, e está sempre em evolução. Para entender melhor nossas emoções, precisamos de olhar para o nosso cérebro, especificamente o sistema límbico. O sistema límbico suporta uma variedade de funções, incluindo as emoções, comportamento, motivação, memória de longo prazo, o olfato, o processamento sensorial, a percepção do tempo, atenção, consciência, instintos e ações. É incrível!!! Ele opera influenciando o sistema endócrino e o sistema nervoso autônomo.

Dentro do sistema límbico existe a amígdala, um grupo de neurônios pequeno em formato de amêndoa e é responsável pelo processo de emoções e pela memória das emoções.

Você sabia que a única maneira de desbloquear as nossas emoções e traumas armazenados na amígdala é através de nossos sentidos olfativos? Este é exatamente o mesmo mecanismo que nos permite lembrar claramente uma pessoa, lugar ou experiência sentindo o aroma de um perfume familiar.

Aromaterapia é profundamente poderosa por isso. Outro fato divertido, o cérebro não pode diferenciar uma memória passada ou o que está acontecendo em tempo real!

As mesmas explosões neurais ocorrem, iluminando o mesmo caminho no cérebro. Outra razão para estarmos ainda mais atentos com relação aos pensamentos que enchem a nossa cabeça no presente.

A parte mais problemática sobre a nossa resposta emocional é que ela pode ser acionada facilmente dependendo de nossas experiências de vida no passado, e essas emoções podem controlar nossos comportamentos atuais, sem a nossa consciência.

Todos nós temos padrões emocionais que nos fazem sentir seguros. Pra mim, particularmente, eu respondo com raiva nos momentos que me sinto afligida por algo. O fogo queima na minha barriga para agir e libera adrenalina, este é um dos meus mecanismos de sobrevivência. Isso não quer dizer que eu gosto de estar com raiva! Eu prefiro mil vezes ser feliz e inspirada, mas quando eu tenho momentos de baixa energia na minha vida, algo desencadeia essa resposta profundamente enraizada, e a raiva é a minha maneira para me proteger/resguardar. É como eu me protejo e luto instintivamente através de situações.

E ter as ferramentas adequadas para reduzir a minha resposta emocional automática e apoiar as minhas emoções foi uma mudança de vida para mim. Usando os óleos de aromaterapia emocionais, eu sou capaz de dar suporte as minhas emoções em vez de me vitimizar. Eu posso assumir o controle de como estou me sentindo e direciono em meu mecanismo cerebral a forma como eu quero sentir.

Essa mudança emocional que consigo controlar através dos aromas não só me capacita como pessoa, mas permite que o meu cérebro crie novos caminhos, novas conexões neurais para saber como responder no futuro. É como se estivesse transformando minhas conexões cerebrais para uma melhor resposta automática emocional.

O Sistema Aromaterapia emocional é composto por 6 misturas exclusivas de óleos essenciais específicos, criados para provocar uma resposta emocional específica no gerenciamento de emoções. Essas misturas podem ser utilizadas em um difusor frio ou diluído com um óleo carreador e aplicado sobre o coração, pulsos, nuca, têmporas e sola dos pés.

Óleos de Aromaterapia emocional

Os óleos de aromaterapia emocional me deram a oportunidade de conduzir uma pausa, pra me conhecer melhor, e esculpir novas vias neurais que venham a criar uma versão melhor de mim.

Eu sei que eles podem fazer o mesmo por você.

Saúde e felicidade,

Neu Barroso

neubarroso@neubarroso.com

Este post tem um comentário

  1. A
    Oi Meu achei muito bom !mais ainda não tenho nenhum desses mas vou devagar pois gastei bastante agora bjs obrigada

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!